Bolsas e olheiras: causas e tratamentos

olheira1

Bolsas e olheiras são uma queixa recorrente no consultório e que incomoda muita gente, independentemente da idade. Noites de sono mal dormidas, hábitos pouco saudáveis como fumo e consumo de álcool, estresse, má alimentação, tipo de pele e predisposição genética contribuem para o surgimento ou agravamento do problema. Com  o passar dos anos, as olheiras e bolsas tendem a piorar, pois com a idade ocorre uma perda natural e gradativa de colágeno na pele, aprofundando aquele ‘degrau’ que se forma logo abaixo dos olhos.

 O fato é que as bolsas e olheiras pesam no visual e conferem um ar envelhecido e de cansaço permanente. Corretivos e cremes específicos funcionam bem para disfarçar e como adjuvantes aos procedimentos em consultório, necessários quando se trata de olheiras mais profundas e de coloração arroxeada. Há de se tomar cuidado também para não pesar a mão na make. O excesso de produtos para disfarçar pode acabar evidenciando ainda mais o problema.

 Mas a boa notícia é que hoje existem várias tecnologias não invasivas para tratar e regenerar de dentro para fora a delicada pele da região infrapalpebral sem tirar o paciente da rotina. São lasers fracionados, ultrassom microfocado e preenchimentos de ácido hialurônico, que trazem excelentes resultados.

 Converse com o seu dermatologista e descubra qual o melhor tratamento para você!

Voltar