Células-tronco. Saiba o que elas podem fazer pela saúde e juventude da pele

Muito já se falou sobre os avanços da ciência no uso das células troncos em vários campos da Medicina – das doenças neurológicas e cardiovasculares graves a diabetes, paralisia e perda de visão, entre tantas outras. Mas o que as células-tronco podem fazer pela saúde da sua pele e pelo tão sonhado rejuvenescimento? A resposta é: muito!

A terapia celular representa um enorme avanço também na dermatologia. Um tratamento rejuvenescedor à base de injeção de fibroblastos jovens, cultivados com células do próprio paciente, que retarda o envelhecimento, suavizando rugas e marcas de expressão e melhorando, sensivelmente, a textura e a firmeza da pele, entre outros tantos benefícios.

Mas você deve estar se perguntando como é feito o procedimento… Bem, retira-se um pequeno fragmento cutâneo, de preferência de um local não exposto ao sol como a nuca. Atualmente, já é possível retirar células-tronco também da própria gordura.

Este material é então enviado ao laboratório, onde é cultivado e, após cerca de um mês, estas células primitivas e jovens de colágeno, chamadas de fibroblastos, são reinjetadas na pele do paciente nas áreas a serem tratadas. Uma vez na pele, elas produzem continuamente colágeno e elastina novos, regenerando e reestruturando-a de dentro para fora.

A terapia celular é indicada para melhorar a qualidade e o aspecto da pele envelhecida, gerar volume tecidual e preencher rugas, sulcos, cicatrizes de acne e outras irregularidades da pele. Os resultados, embora nítidos, são também muito naturais, o que é valorizado pelos pacientes e considerado um diferencial importante.

O tratamento pode ser feito em qualquer idade, dependendo da indicação, mas quanto mais cedo as células forem obtidas, maior o seu potencial de multiplicação. Isso porque elas mantêm as características da idade em que foram retiradas, fator importante para a eficácia do tratamento desejado. Portanto, o paciente pode se submeter ao procedimento, extrair e armazenar as células mesmo sem indicação imediata de uso. Assim, poderá recorrer a elas futuramente e com melhores resultados.

A principal vantagem da terapia celular é a possibilidade de se ter acesso a um tratamento eficaz a partir de células do próprio corpo. Como as células são originárias do paciente mesmo, o corpo não as interpreta como substâncias estranhas. O risco de rejeição, dessa forma, inexiste, assim como a possibilidade de reações alérgicas.

Outra vantagem é que, ao contrário de outros procedimentos que têm duração curta, o efeito do preenchimento com fibroblastos é duradouro porque são células mais jovens, que ficarão em intensa produção de colágeno e elastina por muito mais tempo. Com a reinjeção de uma nova população de fibroblastos, observa-se o aumento da espessura da derme, que recupera assim o viço, a elasticidade e a cor natural.

Todos os tratamentos de terapia celular oferecidos pela nossa clínica são feitos em parceria com o Laboratório Excellion – primeira empresa de Biotecnologia da América Latina – e com o professor Radovan Borojevic, titular do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ.

Voltar