Celulite tem tratamento, sim

SmoothShapesAinda não existe um tratamento capaz de eliminar a celulite por inteiro. No entanto, há vários motivos para comemorar. Os avanços tecnológicos são incontestáveis, por conta da melhor compreensão dos mecanismos que levam ao aparecimento da celulite. E apesar de estarmos longe de uma solução definitiva, os tratamentos produzem resultados cada vez mais eficazes. Já é possível reduzir a celulite em até 65%!

Este post tem o objetivo de apresentar, resumidamente, uma panorâmica sobre os tratamentos disponíveis para a celulite. E aqui reside um ponto que eu gostaria de destacar: cada equipamento introduzido no mercado tem um enfoque específico para enfrentar o problema. A escolha do tratamento depende das necessidades do paciente e, sobretudo, da avaliação do dermatologista.

Nos últimos dois anos, o VelaShape tem sido o centro das atenções quando o assunto é celulite. E não é pra menos. Afinal, o equipamento combina 4 mecanismos de ação. A manipulação mecânica da pele serve para acelerar a drenagem linfática. Já a sucção tem como objetivo aumentar a circulação sanguínea. A luz infravermelha, por sua vez, aquece os tecidos mais profundos de forma a facilitar a penetração da radiofrequência, que queima o tecido gorduroso e estimula a produção de colágeno novo, a proteína responsável pela sustentação da pele.

De certa forma, o VelaShape é um personal trainer que põe as suas células em movimento. Essa “malhação” aumenta o metabolismo celular, diminui a gordura localizada e torna a pele mais lisa. Um dos efeitos mais visíveis dessa “ginástica” é a redução do efeito “casca de laranja” causado pela celulite.

VELASHAPE É IMBATÍVEL?

Por conta do sucesso do VelaShape, muita gente me pergunta se esse equipamento é imbatível no tratamento da celulite. Não necessariamente. Sim, o VelaShape tem muitas virtudes, como é fácil constatar. Não é à toa que existem várias comunidades nas redes sociais dedicadas a elogiar sua eficácia no tratamento da celulite.

Contudo, o mercado nos trouxe recentemente o SmoothShapes, um equipamento que conta com alguns recursos que o VelaShape não têm. Baseado na fotomologia, o SmoothShapes trata celulite e gordura subcutânea combinando a  energia da luz com o laser.

Em primeiro lugar, o SmoothShapes aquece diretamente as células de gordura para aumentar a circulação sanguínea na área de tratamento. Em seguida, o laser causa a liquefação da gordura, que é evacuada para o espaço intracelular. Desta forma, o SmoothShapes ataca as manifestações físicas da celulite e ainda remodela o colágeno, deixando a pele mais firme.

Isso significa que o SmoothShapes é melhor que o VelaShape? Em alguns aspectos sim, em outros não. O VelaShape tem um sistema de drenagem linfática melhor do que o SmoothShapes, por conta da tecnologia de massagem mecânica que facilita a retirada de líquidos acumulados entre as células.

É justamente por este motivo que às vezes associamos os dois tratamentos. Assim, o paciente obtém benefícios em várias frentes. Com o SmoothShapes, fazemos a liquefação da gordura e com o VelaShape conseguimos uma drenagem mais eficiente das células.

Quando é preciso escolher entre um tratamento ou outro, levamos em conta vários fatores. Assim como cada pessoa tem sua história de vida, a pele também. Justamente por isso é que a Clínica tem como filosofia de trabalho a avaliação criteriosa das necessidades de cada paciente.

Feita essa observação, eu diria que o grau de celulite é um dos fatores que influenciam o tipo de tratamento a ser seguido. O SmoothShapes vai trabalhar até o grau mais severo de celulite. E o número de sessões é menor. Com o VelaShape, são necessárias 12 sessões, no mínimo,  para realizar o tratamento. Já com o SmoothShapes o paciente precisa fazer 8 sessões.

Por outro lado, há situações em que não podemos usar nem o SmoothShapes nem o VelaShape. É o que acontece com mulheres com insuficiência venosa nas pernas (aqueles famosos vasinhos que tanto incomodam porque costumam deixar manchas avermelhadas). Nesses casos, tratamentos que usam sucção (como o SmoothShapes e o VelaShape) podem piorar a presença desses vasinhos.

É aí que entra o Accent Uniform, um equipamento de radiofrequência feito justamente para as mulheres que têm insuficiência venosa. Ele aquece o tecido que se deseja tratar e também quebra as células de gordura, mas sem utilizar sucção. É uma alternativa bastante válida, sobretudo nos casos em que a celulite está associada à flacidez da pele. Contudo, é fundamental ressaltar que o Accent trata apenas os graus mais leves de celulite.

CADA EQUIPAMENTO SUPRE UMA NECESSIDADE ESPECÍFICA

A essa altura, você já deve ter percebido porque existem tantos equipamentos no mercado para tratar a celulite. Os objetivos de cada um variam e as necessidades dos pacientes também.

Pacientes com culote nas pernas e consequente acúmulo de celulite vão obter resultados melhores e mais rápidos com o SmoothShapes, por conta da sua ação concentrada nas células de gordura. Já o VelaShape aquece o tecido de forma homogênea – ou seja, não se restringe às células de gordura – e, com isso, promove uma remodelação mais ampla da pele. O Accent Uniform, como dissemos antes, é mais recomendado para pacientes com insuficiência venosa nas pernas.

Graças a esta gama de equipamentos, a Clínica tem condições de oferecer a nossos pacientes um leque de opções bastante consistente. Afinal, ter opções (de qualidade) é um pré-requisito para que façamos as melhores escolhas em nossas vidas, não acha?

Voltar