Queda acentuada dos fios: um problema que assusta muito as mulheres

A queda intensa dos cabelos é uma queixa muito comum e que merece uma investigação médica para se descobrir a verdadeira causa do problema. Uma vez feito um diagnóstico preciso, parte-se para a prescrição do tratamento mais adequado para cada situação.

São várias as causas que podem desencadear a queda acentuada dos fios, como dietas rígidas de emagrecimento, infecções, doenças da tireóide, stress, alterações hormonais, quadros de depressão, anemia, no pós parto ou menopausa, incluindo-se aí também casos de origem genética.

Identificada a causa, o tratamento consite na reposição de alguns nutrientes, além da adoção de uma alimentação adequada, do uso de medicamentos tópicos e orais e, mais recentemente, o laser de baixa intensidade (LED), que estimula a primeira fase de crescimento capilar (anagênica).

Tanto os medicamentos tópicos, quanto os orais atuam fortalecendo o folículo capilar e diminuindo progressivamente a queda dos fios. Durante o tratamento, o dermatologista pode recomendar o uso de shampoos antiqueda, de formulação mais natural, comprados em farmácias de manipulação.

O tempo de tratamento varia de seis meses a um ano, período em que deve-se evitar o uso de substâncias abrasivas e irritantes no couro cabeludo, processos químicos e o uso de bonés e lenços, que até disfarçam o problema, mas abafam o couro cabeludo.

Mas atenção: é fundamental que o diagnóstico seja feito por um dermatologista, único profissional capaz de indicar a terapêutica correta.

Voltar