Vitamina D e sol na medida certa

image001Assunto que ainda gera certa polêmica, a vitamina D é essencial para o bom funcionamento do organismo, ossos, músculos, sistema imunológico e nervoso.

Segundo a Dra. Danielle Aguiar, nos seres humanos, 10% a 20% da vitamina D provêm da dieta, através da ingestão de peixes gordurosos e fungos comestíveis. Os outros 80% a 90% são fabricados dentro do organismo após estímulo dos raios UVB. Uma variável importante aí é a quantidade de melanina na pele. Os negros, por exemplo, precisam de mais tempo de exposição solar para estimularem a produção endógena de vitamina D.

Outra questão são os idosos, que têm uma pele mais fina e atrófica. Como a vitamina D é sintetizada na pele, os idosos têm maior dificuldade de produzí-la justamente pelo envelhecimento.

Segundo o último Consenso Brasileiro de Fotoproteção, o filtro solar não impede a síntese de vitamina D. A superfície corporal que precisa ficar exposta ao sol pode ser pequena (braços ou pernas,  por exemplo. O paciente não precisa expor o rosto).

Quem tem antecedente de câncer de pele, deve buscar a vitamina D dos alimentos ou suplementos orais. Afinal, tudo na vida é uma questão de equilíbrio e bom senso. Consulte sempre o seu dermatologista!

Voltar